Wagner recebeu R$ 82 milhões entre propina e doação eleitoral, aponta PF

0

O ex-governador Jaques Wagner (PT), segundo a Polícia Federal, recebeu R$ 82 milhões em propina e recursos para campanha eleitoral oriundos do contrato da Arena Fonte Nova.

A informação é da delegada Luciana Matutino, que apontou a entrega do dinheiro ao petista por prepostos. A PF informou também que o dinheiro foi pago pelo ex-executivo da Odebrecht, Claudio Melo.

Na busca e apreensão realizada na casa do ex-governador na manhã desta segunda-feira (26) no âmbito da operação Cartão Vermelho, a Polícia Federal levou 15 relógios de luxo, celulares, documentos e um computador.