TALITA OLIVEIRA SUGERE AO GOVERNADOR CRIAÇÃO DE NOVAS DELEGACIAS DA MULHER

0
Segundo a legisladora, as Deam estão majoritariamente posicionadas nas capitais e grandes centros urbanos, deixando desassistidas as regiões no interior dos estados, onde também existem centenas de mulheres que precisam de proteção.
 Para sua indicação, a parlamentar considerou os números alarmantes de violência contra a mulher na Bahia, e a atuação e o papel da Deam como aparelho de segurança pública imprescindível no acolhimento de mulheres vítimas de violência, na investigação dos crimes cometidos contra as mulheres, na execução das medidas protetivas registradas pela Justiça e na promoção da execução de pena dos agressores.
Ascom Alba