Outra decepção: Bahia abre placar, mas leva gol e empata com o Palmeiras em casa

0

O Bahia recebeu a visita do Palmeiras e ficou no empate em 1 a 1. A partida foi disputada na Fonte Nova e válida pela 33ª rodada do Brasileirão.

O JOGO

Com mudanças na formação tática e no time titular, o Bahia iniciou a partida de maneira ofensiva. Logo nos minutos iniciais, Élber invadiu a grande área palmeirense, pelo lado direito do ataque, e cruzou para a área. João Pedro tentou o chute, mas parou na defesa adversária.

Mesmo desfalcado, o Esquadrão conseguia controlar a posse de bola no primeiro tempo. Aos 14 minutos, Gilberto recebeu passe em profundidade e finalizou. O goleiro Weverton, no entanto, fez grande defesa.

Com o passar do tempo, o Palmeiras “entrou no jogo” e equilibrou a posse de bola. Porém, sem encontrar espaços para dar trabalho ao goleiro Douglas. A movimentação dos três volantes – Gregore, Flávio e Ronaldo – conseguia segurar as tentativas do adversário.

Aos 36 minutos, Élber recebeu lançamento em direção à grande área alviverde e tentou chutar por cima do arqueiro alviverde, que fez mais uma grande defesa.

GOL DO BAHÊA

Mais presente no campo ofensivo, o Esquadrão abriu o placar com um gol de falta marcado por Arthur Caíke, nos acréscimos do primeiro tempo.

SEGUNDO TEMPO

O Palmeiras voltou a campo com duas modificações e esboçou uma pressão desde o começo da segunda etapa. Aos dois minutos, Borja chutou e viu a bola passar ao lado da trave de Douglas. Aos 13 minutos, o volante Bruno Henrique apareceu livre de marcação, dentro da grande área tricolor, e chutou por cima do travessão.

Em meio a um início perigoso por parte do Palmeiras, o técnico Roger optou por tirar Gilberto da partida com apenas 11 minutos de segundo tempo. Fernandão entrou em seu lugar. Pouco tempo depois, Élber saiu de campo sentindo dores, dando lugar a Lucca.

EMPATE

Aos 25 minutos, o Palmeiras chegou ao empate em uma jogada iniciada no campo de defesa, com um lançamento de Dudu para a ponta esquerda. Zé Rafael dominou e tocou para Borja, que chutou no canto direito de Douglas, que não conseguiu defender.

Com o placar novamente empatado, o Bahia tinha dificuldades para organizar jogadas ofensivas e, com isso, pouco levou perigo para a defesa alviverde.

Por outro lado, o Palmeiras foi quem chegou mais perto de marcar o segundo gol. Aos 44 minutos, depois de um contra-ataque, Willian recebeu passe livre de marcação na grande área tricolor e quase virou o placar.

Ec Bahia