quarta-feira , 24 abril 2019
Home / Destaque / Juiz utiliza WhatsApp para homologar acordo

Juiz utiliza WhatsApp para homologar acordo

 

O fato aconteceu durante audiência na 5ª Vara do Trabalho de Barueri, em São Paulo. A ausência de uma reclamante em audiência realizada no último dia 26/2, fez com que o juiz Régis Franco e Silva de Carvalho homologasse acordo por meio de chamada de vídeo do aplicativo WhatsApp. O motivo do não comparecimento da empregada, que estava fora do estado de São Paulo, foi justificado pelo advogado e aceito pelo juiz. De acordo com a sentença, a audiência foi antecipada e não houve intimação da empregada nem de seu procurador, que ficou sabendo da nova data da sessão três dias antes de sua realização.

Para certificar-se de que era realmente com a empregada que estava falando, o magistrado verificou a fotografia do documento de identificação juntado aos autos e determinou que a testemunha e a preposta da empresa fizessem o reconhecimento da trabalhadora no vídeo. O objetivo foi dar agilidade na tramitação processual, inclusive a celeridade do pagamento do acordo. O procedimento teve a expressa concordância dos advogados.

O recurso foi adotado também para verificar se a trabalhadora concordava com os termos da conciliação, bem como para explicar-lhe as condições e consequências dessa decisão. Após a manifestação expressa da empregada concordando com os termos da conciliação, o acordo foi homologado.

De acordo com informação da assessoria de comunicação do TRT da 2ª região, a inclusão de meios eletrônicos para a realização de negociações está sendo cada vez mais incentivada e utilizada pelos membros do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região em São Paulo desde agosto de 2017, quando a conciliação virtual firmou-se como ferramenta oficial no Regional por meio de portaria. O mecanismo funciona por meio de grupos criados com as partes (reclamante e reclamado) e respectivos advogados, para debaterem os termos do acordo exclusivamente pelo aplicativo. Se houver conciliação, o Tribunal promove a homologação presencial, encerrando o processo. Porém, em casos em que a parte estiver comprovadamente impedida de comparecer à homologação, o juiz pode decidir ouvi-la por vídeo

 

 

 

Bahia.BA

Veja Também

Aberta inscrição para eleição no Conselho Tutelar de Candeias

Share this on WhatsApp Estão abertas as inscrições para quem deseja participar da eleição para ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *