“Racha da EPS será resolvido no campo nacional da corrente”, afirma Jacó

0

O deputado estadual Mário Jacó do PT, vem se destacando pelo trabalho produzido no início desta legislatura na ALBA, com Indicações, Projetos de Leis, moções e Requerimentos, o mandato de Jacó é o que tem maior produção dentre os 63 mandatos parlamentares da casa, feito surpreendente para um legislador iniciante. Em conversa com o Resenha de Notícias, Jacó relata que isso é fruto de uma longa trajetória de vida na política e no PT, aliado ao fato de ter uma assessoria qualificada e atenta para os anseios da sociedade, principalmente para os movimentos sociais e populares que tanto necessitam de atenção.

Jacó que também é candidato à presidência do PT no Estado, garante que vem construindo  o diálogo para uma unidade estratégica para o partido, mas que a candidatura dele é fruto de muito debate nos movimentos sociais e organizativos da sigla. O deputado que pertence internamente o campo nacional OPTei, e membro da corrente estadual Esquerda Popular Socialista (EPS), falou um pouco sobre a divisão da corrente neste PED do PT, que tomou rumos diferentes e teve candidaturas distintas no processo de eleições internas. Para ele, “Este processo faz parte da democracia interna no partido, e quem ganha com o amplo debate é o próprio PT”, diz o deputado. Quando perguntado sobre o rompimento interno com o deputado federal Valmir Assunção, Jacó enfatiza que não há mais clima para os dois pertencerem a mesma corrente interna, e que esta questão será resolvida  no campo nacional da corrente.

Jacó é o segundo deputado estadual mais influente nas redes sociais, e semanalmente apresenta um programa ao vivo no Facebook chamado “Sebo nas Canelas”.