Quanto é 8÷2(2+2)? Expressão circula na internet e confunde usuários

0
Bem vindo ao Player Audima. Clique TAB para navegar entre os botões, ou aperte CONTROL PONTO para dar PLAY. CONTROL PONTO E VÍRGULA ou BARRA para avançar. CONTROL VÍRGULA para retroceder. ALT PONTO E VÍRGULA ou BARRA para acelerar a velocidade de leitura. Abrir menu de opções do player Audima.

Uma conta matemática está dando o que falar nas redes sociais. Isso porque tudo indica que o problema matemático “8÷2(2+2)” teria dois resultados, dependendo da ordem de resolução das operações. A postagem, que foi originalmente feita pelo usuário @pjmdolI no Twitter, teve mais de três mil compartilhamentos e 13 mil likes – até a publicação desta matéria. As respostas ao desafio, por sua vez, ultrapassam os 14 mil tweets. Matemáticos, físicos e leigos do Brasil e de outros países disputam para provar seus pontos de vista.

Afinal, existem, de fato, duas respostas corretas: 1 ou 16. Mike Breen, porta-voz da American Mathematical Society, explicou por que a solução da conta gera tantas divergências: “Do jeito que está escrito, é ambíguo. Em matemática, muitas vezes existem ambiguidades. Os matemáticos tentam fazer regras tão precisas quanto possível”, disse ao site especializado Popular Mechanics.

Bem vindo ao Player Audima. Clique TAB para navegar entre os botões, ou aperte CONTROL PONTO para dar PLAY. CONTROL PONTO E VÍRGULA ou BARRA para avançar. CONTROL VÍRGULA para retroceder. ALT PONTO E VÍRGULA ou BARRA para acelerar a velocidade de leitura. ALT VÍRGULA para desacelerar a veloc
Problema matemático intrigou usuários do Twitter

O Problema matemático intrigou usuários do Twitter (Reprodução/Twitter)

Afinal, existem, de fato, duas respostas corretas: 1 ou 16. Mike Breen, porta-voz da American Mathematical Society, explicou por que a solução da conta gera tantas divergências: “Do jeito que está escrito, é ambíguo. Em matemática, muitas vezes existem ambiguidades. Os matemáticos tentam fazer regras tão precisas quanto possível”, disse ao site especializado Popular Mechanics.

Ele ressalta que a maneira em que a pessoa aprendeu matemática é determinante para solucionar esse problema, já que existem dois métodos de resolução:

  • O método PEMDAS, no qual as operações seguem a ordem: Parênteses, Expoentes, Multiplicação, Divisão, Adição, Subtração, normalmente da esquerda para a direita.
  • E também o método BODMAS: Colchetes (brackets, em inglês), Ordem (expoentes), Divisão, Multiplicação, Adição, Subtração.

Os métodos diferem apenas quanto à ordem da multiplicação e divisão. Desta forma, um adepto do PEMDAS chegaria ao número 1, enquanto alguém que fosse pelo método BODMAS obteria 16 como resposta.

O professor também explicou que o problema se trata de uma expresão, e não uma equação. “Uma equação tem o sinal de igual que opõe duas expressões matemáticas, quais sejam: quanto vale… e um resultado (1 ou 16)”.

 

 

Correio