População de 255 municípios baianos vai subir, 161 cair e a de um empatar

0

Um levantamento feito pela União dos Municípios da Bahia (UPB) sobre as estimativas populacionais divulgadas esta semana pelo IBGE para 2020 revela detalhes curiosos: em 255 municípios a população vai subir, em 161 cair e em um, Cravolândia, na região de Jequié, nem subir e nem cair, vai ficar na mesmíssima coisa.

Seja como for, do ponto de vista da UPB, os números sinalizam um cenário melhor que as projeções de 2018. Ano passado, o IBGE apontou que 416 dos 417 municípios baianos perderam população. Só em um, Luís Eduardo Magalhães, no oeste baiano, cresceu.

Esperando o censo

Como ganhos e perdas populacionais no caso dos municípios pode significar também de dinheiro, o assunto deu rebuliço: 56 municípios perderiam dinheiro se não fosse a Lei de Congelamento dos Coeficientes Populacionais aprovada pela Câmara no fim do ano passado, valendo até o censo previsto para 2020.

A UPB contesta os números, até porque casos como o de Maracás, que no censo de 2010 tinha 24.613 habitantes, caiu para 21.295 este ano e tem projetado para 2020 exatos 20.834, justo num período em que a Largo Resources iniciou a exploração da mina de vanádio, o que atraiu muita gente.

Eures defende a lógica, um novo censo é o que vai dar uma dimensão mais precisa sobre a realidade dos municípios baianos. Isto é, se em 2020 houver censo.

Cravolândia e Ibiquera

Segundo as projeções do IBGE, Cravolândia tem hoje 5.349 habitantes e em 2020 terá os mesmos 5.349, o que sugere uma piada: ou ninguém morreu ou vai morrer e nem nasceu ou vai nascer ou se acontecer, morrer e nascer serão rigorosamente nas mesmas proporções.

Já Ibiquera tem outro caso curioso: vai pular de 4.043 moradores para 4.044. Ou seja, terá um morador a mais.

As mesmas projeções apontam que Catolândia, na região de Barreiras, famoso por ser a menor população da Bahia, vai crescer. Tem 22 moradores a mais, pulando de 3.555 para 3.577 habitantes.

Ainda segundo o IBGE, o município que mais perderá habitantes é Sátiro Dias, na região de Alagoinhas, caindo de 19.644 para 17.273 (12,7% a menos). Na contrapartida, Nova Soure, a 40 km de distância, é o que mais vai subir, de 24.493 para 26.497 (10,2%). O que será?

 

 

 

Bahia.ba