Nove armas de fogo foram apreendidas por dia em 2020, diz SSP

0

Ações de inteligência e de patrulhamento ostensivo resultaram, de janeiro a setembro de 2020, nas apreensões de 2.253 armas de fogo na Bahia, o que representa uma média de nove localizadas por dia. Metralhadoras, entre elas uma antiaérea calibre 50, fuzis, espingardas, pistolas e revólveres foram retirados das ruas, conforme a Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA).

Os flagrantes aconteceram em Salvador, na RMS e no interior do estado. Entre as apreensões destaca-se a ocorrência na cidade de Belmonte, no dia 13 de setembro, onde uma metralhadora antiaérea calibre 50 e quatro fuzis foram localizados. Conforme o comandante de Operações da PM, coronel Humberto Sturaro, a ação foi realizada em parceria com a Polícia Federal.

Na capital baiana, uma ação integrada do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), com o Comando de Policiamento Especializado (CPE), também gerou grande repercussão. Dois fuzis, uma carabina, duas metralhadoras e cinco espingardas foram apreendidas, no bairro de São Gonçalo, no dia 18 de agosto. Cinco suspeitos acabaram morrendo em confronto.

Últimas 48h

Vinte armas de fogo foram apreendidas nas últimas 48h em Salvador, RMS e interior. Na cidade de Nilo Peçanha, três pistolas e dois revólveres foram encontrados com uma quadrilha. Cinco homens acabaram não resistindo ao confronto.

Em Camaçari, cinco espingardas e um revólver foram encontrados durante ações das polícias Civil e Militar. Dois homens e uma mulher, suspeitos de integrar uma facção, terminaram presos.

Na cidade de Araçás, uma espingarda e um revólver foram encontrados durante cumprimentos de mandados de busca e apreensão. Já em Salvador, durante uma blitz, duas pistolas fabricadas na Áustria e nos E.U.A. foram encontradas com um adolescente e um adulto, no bairro de Cajazeiras.

Outras armas foram encontradas nos bairros de Nordeste de Amaralina e Boca do Rio, na capital, e na cidade de Alagoinhas.