Rui evitar comentar piada feita por Bolsonaro e dispara: “Não tenho tempo para nutrir preconceito contra ninguém”

0

O governador da Bahia Rui Costa (PT) resolveu não comentar as declarações polêmicas sobre nordestinos feitas mais uma vez pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL). O chefe do Palácio do Planalto esteve em Sobradinho, no Vale São Francisco, nesta segunda-feira (5).

Nas redes sociais, Rui escreveu: “Alguns jornalistas me procuraram hoje para que eu me pronunciasse sobre as recentes declarações do presidente. Não quis comentar. Tenho muito trabalho para fazer pela Bahia e pelos baianos. Não tenho tempo para nutrir preconceito contra ninguém. Luto por uma Bahia, um Nordeste e um Brasil de igualdade e sem ódio. Precisamos de paz e união para desenvolver um trabalho que possa trazer mais dignidade para o nosso povo”, relatou.

Em discurso durante o evento, Bolsonaro declarou que não teria preconceito com nordestinos. “Eu tenho preconceito é com governador ladrão que não faz nada para o seu estado”, disse. Ele também se queixou de uma suposta “esquerda canalha”, na qual acusou de querer dividir o país. “Para alguns governadores… é o Nordeste e o resto. Querem fazer disso aqui em uma Cuba?”, perguntou.

Em outro momento, ele reclamou de ter sido criticado por fazer piadas pejorativas. “A gente não pode mais contar uma piada. Não posso nem contar piada de cabeçudo, de goiano, de gaúcho, de cearense cabra da peste. Não há mais liberdade neste país. Tudo é politicamente correto”, afirmou. Em vídeo publicado pelo deputado federal baiano Cláudio Cajado (PP), o chefe do Palácio do Planalto voltou a fazer piada com o tamanho da cabeça de nordestinos. O presidente disse que para virar nordestino “só tá faltando crescer um pouquinho a cabeça”.