terça-feira , 23 abril 2019
Home / Destaque / Papa admite que padres e bispos abusaram sexualmente de freiras

Papa admite que padres e bispos abusaram sexualmente de freiras

O papa Francisco denunciou nesta sexta-feira (16) em Manila as “desigualdades sociais escandalosas” e proclamou sua “firme rejeição a toda forma de corrupção”.
É preciso “quebrar as correntes da injustiça e da opressão que dão origem a desigualdades sociais óbvias e realmente escandalosas”, disse o papa às autoridades reunidas no Palácio Presidencial. Nas fotos Papa Francisco acompanhado do presidente Benigno S. Aquino III, das Filipinas.

 

Após viagem aos Emirados Árabes Unidos, o papa Francisco admitiu nesta terça-feira (5) que religiosos ligados a Igreja Católica abusaram sexualmente de freiras.

“Houve padres e também bispos que fizeram isso”, reconheceu o sumo pontífice, que nunca havia abordado este assunto antes, ao ser questionado por uma jornalista na volta ao Vaticano.

Na avaliação do pontífice, segundo a Folha, é possível encontrar registros destes abusos “em todas as partes”, mas estão mais presentes em “algumas congregações novas e em algumas regiões”.

“Estivemos trabalhando por muito tempo sobre este assunto. Suspendemos vários clérigos que foram despedidos por esta causa”, afirmou Francisco, sem mencionar nomes, nem países.

“Não sei se o processo (canônico) terminou, mas também dissolvemos algumas congregações femininas que estiveram muito vinculadas a esta corrupção”, acrescentou, destacando que a Igreja não pode se refugiar na negação.

“Temos que fazer algo mais? Sim. Temos a vontade de fazê-lo? Sim!”, afirmou o sumo pontífice. Francisco voltava de uma visita histórica a Abu Dhabi, capital de Emiratos Árabes Unidos, que durou menos de 48 horas, a primeira de um papa na Península Arábica.

 

Bahia.ba

Veja Também

Bahia vence o Bahia-FS e conquista o seu 48º título baiano

Share this on WhatsApp  Não faltou emoção na decisão do Campeonato Baiano. O primeiro jogo, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *