Home / Destaque / Levantamento aponta aumento do índice de infestação do Aedes Aegypti em Salvador

Levantamento aponta aumento do índice de infestação do Aedes Aegypti em Salvador

levantamento divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde de Salvador (SMS) apontou um crescimento no índice de infestação de Aedes Aegypti nos últimos cinco meses. O percentual de infestação predial era de 1,9%, em janeiro, e passou para 2,7%, neste mês. As informações são do G1.

A pesquisa aponta que, a cada 100 imóveis visitados por agentes do Levantamento de Índice Rápido para Aedes Aegypti (LIRAa), cerca de três apresentaram focos do mosquito.

O levantamento registrou ainda que o número de áreas de risco também aumentou. Em janeiro eram 16 bairros, agora são 41. O maior índice de infestação foi no bairro da Fazenda Coutos: 7,4% do total avaliado.

O bairro da Engomadeira apresentou o menor indicador, com 0,4%. De acordo com a SMS, significa dizer que o bairro tem baixo risco de uma epidemia da doença no local.

O estudo apontou ainda que os depósitos preferenciais estão dentro das residências, como baldes, tonéis e outros recipientes utilizados para armazenamento de água.

Morte

Uma menina de cinco anos morreu com suspeita de dengue, na cidade de Feira de Santana, a 100 quilômetros de Salvador no final de abril.

De janeiro a 21 de abril, foram notificados no município 5.896 casos da doença, sendo 1.481 já confirmados e seis mortes, segundo a Secretaria de Saúde municipal — outros quatro óbitos estão sob investigação.

A cidade é uma das 104 baianas em situação de risco de surto de dengue, zika e chikungunya, na divulgadas pelo Ministério da Saúde no dia 30 de abril.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Radar da Bahia

Veja Também

Theresa May deixa o cargo de primeira-ministra do Reino Unido no dia 07 de Junho

Share this on WhatsApp A primeira-ministra britânica, Theresa May, anunciou nesta sexta-feira (24) que vai deixar ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *