Em jogo de 4 gols e 2 expulsões, Palmeiras e Bahia empatam no Allianz Paque

0

O Esporte Clube Bahia entrou em campo neste domingo ciente de que teria uma parada duríssima ao enfrentar o Palmeiras, um dos candidatos ao título do Campeonato Brasileiro e ainda invicto no seu estádio. Porém, o Esquadrão teve uma grande oportunidade de conquistar seu primeiro triunfo como visitante na Série A quando igualou o placar por duas vezes jogando com um a mais após a expulsão de Felipe Melo no fim do 1º tempo. No entanto, mesmo com a superioridade numérica, o Tricolor foi bastante previsível e pouco agressivo, além disso, deu muito espaço para o Verdão que conseguiu voltar a frente do marcador mesmo com 10, mas no final, empate por 2 a 2 diante de 34.275 torcedores no Allianz Parque. Dudu marcou os dois gols do alviverde, enquanto Gilberto anotou os gols do tricolor ambos de pênalti assinalados pelo VAR.

Com o resultado, agora são sete jogos do Bahia sem vencer fora de casa, com três derrotas (Botafogo, Athletico-PR, Internacional) e quatro empates (Chapecoense, Ceará, São Paulo e Palmeiras), mas soma mais um ponto e se mantém no décimo lugar com 20 pontos. Já o Verdão mantém a invencibilidade no seu estádio, porém, perde a chance de diminuir a distância para o Santos que no sábado perdeu para o São Paulo por 3 a 2 no Morumbi.

No primeiro tempo, o Palmeiras teve mais controle e intensidade, que originaram boas chances, inclusive o gol que saiu cedo, aos 12 minutos com Dudu contando com a colaboração do lateral Moisés. O camisa 7 roubou a bola do lateral tricolor no meio-campo e abriu para Gustavo Scarpa na esquerda. Scarpa cruzou, Moisés desviou contra o próprio gol, Douglas defendeu e Dudu aproveitou o rebote para anotar o primeiro gol do jogo. O jogo caminhava tranquilamente para encerrar a primeira parte, porém, aos 48 minutos o cenário mudou totalmente com a expulsão do volante Felipe Melo que, utilizando de força desnecessária, atingiu o rosto do atacante Lucca e foi expulso.

Com a superioridade numérica, o Bahia voltou para o segundo tempo com Arthur Caíke no lugar de Giovanni e logo no início conseguiu um pênalti em toque de mão de Diogo Barbosa. Aos 7 minutos, Gilberto bateu e converteu deixando tudo igual. Enquanto os tricolores ainda comemoravam, o Verdão chegou ao segundo gol novamente com Dudu, novamente aproveitando rebote do goleiro Douglas, aos 12 minutos. Mas o Esquadrão foi buscar o empate e outra vez de pênalti assinalado pelo VAR, aos 39 minutos, com Gilberto deixando o segundo dele. Aos 41, Gregore tomou o segundo amarelo e foi expulso.

FICHA TÉCNICA
Palmeiras 2 x 2 Bahia
Campeonato Brasileiro – 14ª rodada
Local: Allianz Paque, em São Paulo
Data: 11/08/2019 (domingo)
Horário: 16h
Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG)
Auxiliares: Sidmar dos Santos Meurer e Ricardo Junio de Souza (ambos de MG)
VAR: Ricardo Marques Ribeiro (MG), com auxílio de Vinicius Gomes do Amaral (RS) e Felipe Alan Costa de Oliveira (MG).

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Gustavo Scarpa; Zé Rafael (Tiago Santos), Dudu e Luiz Adriano (Deyverson). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Bahia: Douglas; Nino Paraíba (Ezequiel), Lucas Fonseca, Wanderson e Moisés; Gregore, Flávio (Eric Ramires) e Giovanni (Arthur Caíke); Lucca, Élber e Gilberto. Técnico: Roger Machado.

 Futebol Bahiano