quarta-feira , 24 abril 2019
Home / Destaque / Diretor de iluminação nega irregularidades em PPP com empresa alvo de investigação

Diretor de iluminação nega irregularidades em PPP com empresa alvo de investigação

 

O diretor municipal de Iluminação Pública, Júnior Magalhães, negou nesta terça-feira (27) que haja irregularidades no processo de parceria público-privada (PPP) envolvendo a FM Rodrigues, empresa que disputa a administração do serviço em Salvador e é alvo de investigação por suposta fraude durante um certame na cidade de São Paulo

Segundo revelou a rádio CBN, a empresa teria sido beneficiada numa disputa que envolvia contrato de R$ 7 bilhões.

De acordo com reportagem da emissora, a diretora do Ilume (Departamento de Iluminação Pública da cidade), Denise Abreu, manifestou, por meio de áudios vazados, preferência pela FM Rodrigues, que nega as acusações.

A companhia, entretanto, foi preterida pelo Consórcio Walks, formado pelas empresas WTorre, Quaatro (Alumini) e KS Brasil Led Holdings, que fez a menor oferta da disputa: R$ 23,3 milhões por mês — 22,5% inferior à da FM.

“Não estou sabendo disso. Isso é uma mentira. Teve recentemente uma matéria de São Paulo. O processo está normal e o edital vai ser lançado nos próximos dias”, disse Magalhães

Na capital baiana, oito empresas manifestaram interesse no serviço, cujo montante chega a R$ 1,5 bilhão, conforme informações obtidas nos bastidores.

Se vencer, a FM Rodrigue assumirá a administração da iluminação pública da capital soteropolitana pelos próximos 20 anos. O objetivo é substituir os mais de 171.508 pontos de iluminação da cidade por tecnologia LED, modelo mais econômico.

 

 

Bocão News

Veja Também

Aberta inscrição para eleição no Conselho Tutelar de Candeias

Share this on WhatsApp Estão abertas as inscrições para quem deseja participar da eleição para ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *