12 de agosto de 2022

O QUE É NOTÍCIA, VOCÊ CONFERE AQUI!

Cesta Básica de Salvador e RMS avança 6,02% em abril e chega a R$ 510,93

Fim da distribuição gratuita de sacolas plásticas pelos supermercados, que passarão a ser cobradas, com objetivo de reduzir o excesso de plástico descartado no meio ambiente

A Cesta Básica de Salvador e Região Metropolitana  passou a custar R$ 510,93, um avanço de 6,02% ante o mês de março deste ano, segundo estimativa da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI). Ressalte-se que estes resultados foram obtidos por meio de 1.663 cotações de preços coletados em 96 estabelecimentos comerciais (supermercados, açougues, padarias e feiras livres) de Salvador.

Entre os 12 produtos da cesta básica, onze registraram elevação nos preços, a saber: tomate (12,41%), óleo de soja (11,26%), leite (6,31%), feijão (6,11%), café (5,80%), pão francês (5,27%), carne bovina (4,76%), banana-prata (4,54%), farinha de mandioca (4,29%), arroz (1,65%) e o açúcar (0,67%). Por sua vez, apresentou redução manteiga (-0,35%).

Em abril de 2022, o trio composto por arroz, feijão e carne bovina apresentou variação mensal de 4,72% e foi responsável por 37,6% do valor de uma cesta básica. Entretanto, o quarteto englobando café moído, leite, pão francês e manteiga aumentou 4,15% e foi responsável por 29,2% do valor da cesta básica no referido mês. No mês, os produtos com as maiores participações no valor da cesta básica foram a carne bovina (27,62%), o tomate (20,13%) e o pão francês (14,34%). Por outro lado, os itens com as menores participações foram o açúcar cristal (2,43%), o óleo de soja (2,10%) e café moído (1,89%).

Os resultados indicam que o tempo de trabalho gasto por um trabalhador para obter a cesta básica foi de 100h15min, comprometendo 45,57%. No levantamento, considerou-se um salário mínimo líquido no valor de R$ 1.121,101, descontando-se 7,50% de contribuição previdenciária do salário bruto de R$ 1.212,00.

WhatsApp chat