Candeias: Vigilância Epidemiológica já realizou mais de 7 mil testes; entenda o comportamento da Covid-19 no município

0

A Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Candeias – Sesau, realizou 7.189 testes para detecção da Covid-19 apenas de munícipes de Candeias; há ainda registros de inúmeros moradores de outras cidades que fizeram exame em na cidade. São 2.412 casos confirmados desde o início da pandemia. Esses casos foram detectados pelos critérios clínico epidemiológicos, testes rápidos e por meio dos exames laboratoriais RT-PCR. Os dados foram são do último boletim diário da quarta-feira (18/11). Foram 1.691 testagens RT-PCR negativos e 3.086 testes rápidos negativos.

O Secretário de Saúde, Marcelo Cerqueira, explicou que a média de casos confirmados se encontra em estabilidade no município. “De modo geral, chegamos a um nível de estabilização dos casos. Hoje, os números sofrem oscilações rápidas, porém com tendência decrescente de casos diários e uma redução considerável nos números de casos ativos”, disse. A última confirmação de morte por Covid em Candeias foi confirmada oficialmente e divulgada pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia – Sesab, no dia 13 de outubro.

Cerqueira informou que a maior mudança no comportamento da doença é agora em relação aos casos confirmados de pacientes que necessitam de internação. “Por causa do relaxamento nas medidas de proteção, já estamos em alerta para uma segunda onda da pandemia no país e insistimos para que as pessoas, ao sentirem sintomas, não esperem”, contou. O boletim informativo mostra que, de 46 casos ativos, 14 pacientes internados, enquanto nos meses de pico da pandemia como maio e junho, os casos ativos eram o dobro e a quantidade de pessoas internadas era praticamente o mesmo de agora.

Medidas de proteção

A recomendação da Sesau para a proteção da saúde continua sendo o uso constante de máscaras, álcool em gel ao sair e fazer o distanciamento social, medidas que foram relaxadas desde setembro. “Não temos previsão de quando teremos uma vacina para toda a população. Enquanto isso, o uso da máscara e seguir as orientações de proteção é a nossa vacina”, comparou o secretário. A suspensão das visitas hospitalares e da presença de acompanhantes foi outra medida de segurança tomada na última semana, até que os casos diminuam consideravelmente no município.