A cada 45 minutos uma mulher é agredida na capital baiana

0
SONY DSC

SONY DSC

A capital baiana registrou 980 casos de violência contra mulheres somente em janeiro de 2019. O número foi divulgado pelo portal G1.

De acordo com portal, o levantamento foi feito em duas Delegacias Especiais de Atendimento à Mulher de Salvador, nos bairros de Brotas e Periperi. Em todo o estado, há 15 unidades que atendem mulheres em situações de violência.

As ocorrências registradas incluem agressões, ameaças, estupros, entre outros tipos de violência.

Aumento dos casos de feminicídio

Os números de feminicídio aumentaram em 40% no ano de 2018 na Bahia,  de acordo com o balanço divulgado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP).

O aumento dos casos aconteceu no interior do estado. Em 2017, foram 44 caso e, em 2018, foram 65. Já em Salvador, houve uma redução expressiva: de 22 feminicídios, em 2017, para oito em 2018. A diminuição é de mais de 60%.

 

 

 

Bahia.ba